Monthly Archives: julho 2017

INSTANTE
   José Orlando  Silva  │     17 de julho de 2017   │     9:55  │  0

 

Reiteradas vezes nos deparamos com consequências de um ato que só nos traz o desejo de retrocedermos o tempo e percebemos quão impotentes somos, em virtude da impossibilidade de desfazer tais consequências.  Afinal de contas o tempo não para, porque não retrocede. E se volta e retrocede, isso acontece apenas nas lembranças.  E o mais curioso é que essas lembranças que nos apresentam apenas a sombra da realidade, por um mapa unicamente mental do fato ocorrido, nos lembra constantemente quem somos, seres impotentes e incapazes de mudarmos as consequências que vieram de um ato do instante, diante da ação do implacável tempo.

Quem de fato está no controle? Pensamos que somos nós. Na verdade o controle só pode estar nas mãos de quem vive no contexto de atemporalidade e não fica à mercê dos instantes que modificam uma vida ou toda uma existência.

Nós, os temporais, o máximo que conseguimos é simplesmente lembrarmos do instante que desencadeou as consequências: algumas  felizes e outras nefastas.

Essa análise nos leva a concluir que a vida é estabelecida pelos instantes, e creio que é por esse curto período de tempo que algo acontecerá e nossa sorte mudará. Que instante será esse? Esperá-lo e aguardá-lo para mim, representa a mais real esperança de mudança. Pense Nisso! 😉

>Link  

Empoderamento
   José Orlando  Silva  │     5 de julho de 2017   │     13:12  │  0

Pense em uma palavra do momento? Uma palavra que está sendo usada muito hoje. Pensou? Empoderamento certamente, será uma delas. Ela está sendo usada em todos os seguimentos da sociedade. A grande questão é que passamos a usar determinadas palavras porque alguém que admiramos falou,ou temos ouvido na midia constantemente, ou trazemos de uma formação recém adquirida.  Mas o que mais me  chama à atenção é que muitas vezes usamos tais palavras descontextualizadas do que afirmamos ou buscamos ressaltar. Eu chamo esse equivoco de “fênomeno metonimia”, ou seja metonimia é uma figura de linguagem que troca a embalagem do produto, o autor pela obra, como se faz com a palavra que tem sido usada, sem considerar o seu real significado.  Empoderar é um verbo que se refere ao ato de dar poder para si ou para outrem. Empoderar representa a ação de atribuir domínio ou poder sobre determinada situação, condição ou característica.  Diante disso pense comigo, de onde vem o poder? Alguns prontamente responderão de nós mesmos. Outros, do pensamento positivo. E ainda outros da força que adquirimos. A verdade nua e crua é que só podemos empoderar  se formos fonte de poder. Como se pode empoderar, sem está empoderado? Os que acreditam que somos uma fonte, acreditam que o poder vem de dentro para fora, mas porque somos tão inconstantes, e sempre buscamos auxílio e conselhos fora de nós? Só pra refletir…. Pense na possibilidade de um poder que está fora e que instintivamente buscamos… e se está fora, deve existir  uma Fonte. Você não acha? Caso contrário seriamos uma ilha. E a sociologia afirma que não somos. Esse pensamento, existe lógica pra você? 

>Link