Monthly Archives: setembro 2017

QUEERMUSEU
   José Orlando  Silva  │     24 de setembro de 2017   │     16:39  │  0

Já faz alguns dias que essa tem sido a palavra do momento, devido a exposição de arte brasileira contemporânea em Porto Alegre, sob a alegação de uma celebração da pedofília e da zoofilia, além de blasfêmia. A mostra denominada Queermuseu tinha 263 obras, algumas delas causando revolta e veementes discursos protecionistas à família e aos bons costumes. Queer é termo em inglês para algo estranho, peculiar, mas mais usado hoje como sinônimo de Gay. A intenção seria suscitar o assunto da “diversidade” e “questões de gêneros”.

Independentemente da posição que exerçamos, temos que refletir na questão de direito e respeito. Cada cidadão possui direito de escolha e deve ser livre pensante, seja em questão religiosa ou orientação sexual. O livre arbítrio, expressão bem conhecida pelos evangélicos, porque é muito usada pela Bíblia, assegura o direito de escolha e tornando o  ser humano em  livre-pensante. Esse é o preço da democracia. Qualquer ato coercitivo deve ser rejeitado, para que seja combatido diariamente o preconceito,estereótipos e discriminação. Esses são direitos assegurados.

No entanto a partir do momento em que no afã de defender e expor o que penso e acredito confronta-se e ofende os que os outros defendem e crêem, meu direito termina. Quando evangélicos preparam uma marcha condenando e desrespeitando os que pensam e praticam o contrário se torna também, a mesma afronta que tal exposição se tornou em relação a sociedade brasileira que na sua maioria pensa e vive o contrario do exposto em seus quadros aos valores cristãos e os que defendem os direitos das crianças. Na verdade é uma via de mão dupla essa questão de violação de direitos e crenças. Penso que deveríamos exercitar no dia a dia essa postura de apresentarmos o que pensamos, respeitando aos que pensam o contrario…e tal atitude nem sempre é fácil… para nenhum dos lados…Pense Nisso!!!

>Link  

PLUS ULTRA “MAIS ALÉM”
   José Orlando  Silva  │     1 de setembro de 2017   │     21:07  │  0

                 Reflita comigo, já chegamos no limite? A comodidade responde que já e a coragem que não. Nos tempos em que a Espanha era o poder dirigente do mundo, dava expressão à sua arrogância por uma inscrição gravada em sua moeda: Nec Plus Ultra, que significa “Nada mais Além”. Com isto se pretendia dizer que, se alguém visse a Espanha, nada mais havia para ver. Tinha atingindo os limites da Terra.

Cristovão Colombo ousou acreditar que havia outro continente além da Espanha, foi considerado fanático, no entanto insistiu na ideia, até que descobriu um novo continente. Então a Espanha foi obrigada a mudar a inscrição cunhada na moeda para Plus Ultra, que quer dizer ” Mais Além”.

Qual a inscrição escrita na moeda de sua vida? Muitos não sonham, nem agem além da sua formação, do seu único e primeiro emprego? Outros estão paralisados pelo termino de um casamento desfeito, ou uma etapa não concluída. Pensam que não há “Nada mais Além”, se apequenam, sentindo pena de si mesmos e descansam em sua zona de conforto.

No entanto há outros continentes à frente, e outras etapas a serem experimentadas e novas experiências a serem vivenciadas: “Mais Além”. Não apenas veja, sinta ou espere, simplesmente siga em frente porque novos horizontes te esperam.

>Link