Instante

Reiteradas vezes nos deparamos com consequências de um ato que só nos traz o desejo de retrocedermos o tempo e percebemos quão impotentes somos, em virtude da impossibilidade de desfazer tais consequências.  Afinal de contas o tempo não para, porque não retrocede. E se volta e retrocede, isso acontece apenas nas lembranças.  E o mais curioso é que essas lembranças que nos apresentam apenas a sombra da realidade, por um mapa unicamente mental do fato ocorrido, nos lembra constantemente quem somos diante da ação do implacável tempo.

Quem de fato está no controle? Pensamos que somos nós. Na verdade o controle só pode estar nas mãos de quem vive no contexto de atemporalidade e não fica à mercê dos instantes que modificam uma vida ou toda uma existência.

Nós, os temporais, o máximo que conseguimos é simplesmente lembrarmos do instante que desencadeou as consequências: algumas  felizes e outras nefastas.

Essa análise nos leva a concluir que a vida é estabelecida pelos instantes, e creio que é por esse curto período de tempo que algo acontecerá e nossa sorte mudará. Que instante será esse? Esperá-lo e aguardá-lo para mim, representa a mais real esperança de mudança. Pense Nisso! 😉