Empoderamento
   José Orlando  Silva  │     5 de julho de 2017   │     13:12  │  0

Pense em uma palavra do momento? Uma palavra que está sendo usada muito hoje. Pensou? Empoderamento certamente, será uma delas. Ela está sendo usada em todos os seguimentos da sociedade. A grande questão é que passamos a usar determinadas palavras porque alguém que admiramos falou,ou temos ouvido na midia constantemente, ou trazemos de uma formação [ Leia mais... ]
COMENTÁRIOS 0

>Link  

O País das Siglas
   José Orlando  Silva  │     7 de junho de 2017   │     12:09  │  0

Você já refletiu que geralmente não damos importância as siglas? Embora elas têm a função de  representar as palavras, geralmente não é comum estarem nos holofotes. No Brasil ultimamente as siglas tem delineado o destino da nação e influenciado nossa rotina. O que dizer do que temos esperado das decisões do STF? E outras siglas [ Leia mais... ]
COMENTÁRIOS 0

>Link  

Tempo: Ignorâncias e Devaneios
   José Orlando  Silva  │     1 de junho de 2017   │     21:33  │  7

Sinceramente me incomodo quando se atribui ao tempo um protagonismo que modifica nossa vida. Quem já não ouviu que o tempo é o Senhor da razão, ou que ele (o tempo), elucida e cura tudo? Existem alguns provérbios que merecem reflexão e constatação, como por exemplo: “O dinheiro não traz felicidade”. Alguém desencantou essa declaração [ Leia mais... ]
COMENTÁRIOS 7

>Link  

A Lógica do Tubarão
   José Orlando  Silva  │     20 de maio de 2017   │     17:00  │  0

Gostaria de refletir com vocês um pouco sobre a resposta do maior oceanógrafo do mundo, personalidade destacada do século 20. Jacques Cousteau, um francês   que conviveu a maior parte da sua vida com a natureza, especificamente o vasto e misterioso oceano. Um jovem que o entrevistava, perguntou sobre o tubarão e nossa chance frente [ Leia mais... ]
COMENTÁRIOS 0

>Link  

Delação
   José Orlando  Silva  │     11 de maio de 2017   │     19:42  │  2

Nunca uma palavra foi tão repetida no Brasil quanto a palavra “delação”. Em função dela, aparece o desconhecido , o que estava oculto e “debaixo do tapete” . Essa atitude não vem de lisura moral ou dever cívico, mas da razão que motiva todo ser humano: a autosobrevivencia. Isso revela que a corrupção não é [ Leia mais... ]
COMENTÁRIOS 2

>Link